PERÍODO CHUVOSO EXIGE MAIORES CUIDADOS COM A DENGUE

0
Denúncias sobre possíveis focos de dengue podem ser feitas pelo número (35) 3556-1254
Os dias de tempo chuvoso exigem cuidados redobrados para evitar a proliferação do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A orientação fundamental para reduzir a proliferação do Aedes aegypti no município é não deixar água acumulada em recipientes nos quintais.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a equipe de Agentes de Combate às Endemias tem encontrado diariamente objetos com água parada, propícios para serem focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. “Tais doenças só podem ser combatidas com a colaboração de todos”, explica a Secretaria.
A Secretaria Municipal de Saúde faz diariamente o trabalho preventivo, com orientações à população nas residências e estabelecimentos comerciais. A colaboração dos moradores para manter baixo o número de doentes é essencial. A dica é vedar depósitos plásticos, pneus e reservatórios em nível de solo, como manilhas e tambores; consertar calhas e marquises; fechar caixas d’água; evitar o acúmulo de água em vasos de planta; manter a água da piscina tratada; e vedar vasos e ralos que não sejam utilizados diariamente, um exemplo disso é o chuveiro de piscina, que fica exposto à chuva.
Normalmente, o mosquito da dengue coloca os seus ovos em locais onde há o acúmulo de água limpa, por isso o fato da doença ser tão frequente no período chuvoso.
Materiais como pneus velhos, caixas d’água, garrafas, calhas entupidas, vasos de plantas e também recipientes jogados em lixo descoberto precisam ser manuseados corretamente, evitando potenciais criadouros, pois esses materiais possuem aspecto estrutural favorável para o desenvolvimento da larva do mosquito transmissor da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here